Editora Construtores de Memórias lança livro em Florianópolis

Ivete com o filho Vitor, em um dia de sol na Barra da Lagoa (2011)

Será lançado no próximo dia 26 de setembro, na Livraria Catarinense do Beiramar Shopping, em Florianópolis, o livro Minha vida em direção ao mar, da Editora Construtores de Memórias. Escrita pelo jornalista Marcone Tavella, a biografia narra a trajetória da servidora do judiciário de Santa Catarina Ivete Terezinha Volkmer Gemelli, falecida em dezembro de 2011. Idealizado pelo viúvo da psicólogoa, Aires Euclides Gemelli, o livro narrado em primeira pessoa é uma tentativa de deixar um legado da mãe para o Vitor, filho do casal, que hoje tem 10 anos e compôs o desenho que estampa a capa desta edição.

Sobre a obra
A capa foi desenhada pelo filho de Ivete, Vitor Volkmer Gemelli

Minha vida em direção ao mar percorre as conquistas, os infortúnios, os relacionamentos e reflexões de Ivete ao longo de seus 45 anos. A servidora do Poder Judiciário acabou falecendo em dezembro de 2011, após ter lutado por quase dois anos contra uma leucemia. A narrativa costura trechos do diário da psicóloga com a reconstrução de momentos marcantes de sua trajetória pessoal e profissional a partir de pesquisa documental e entrevistas com familiares, amigos e colegas de trabalho.

Sobre a personagem
Ivete, então estudante de Administração da UFSC

Nascida em Campina das Missões, no noroeste do Rio Grande do Sul, Ivete veio estudar administração na UFSC no final da década de 1970 e em 1992 iniciou uma carreira de destaque no Poder Judiciário, tendo coordenado a capacitação de todos os servidores no processo de informatização que substituiu nas repartições as máquinas de escrever pelos computadores. Como chefe de divisão, instituiu um programa de valorização profissional, homenageando os servidores que se aposentavam.

No plano pessoal, Ivete integrou logo que chegou a Ilha o grupo de jovens da Paróquia da Santíssima Trindade, onde passou a fazer amizades. No final dos anos 1980 conheceu Aires Euclides Gemelli, com quem dividiria o lar a partir de 1994, em uma casa construída pelos dois nas mediações da Lagoa da Conceição.

Cercada de amigos, bem posicionada no trabalho e com um relacionamento sólido, Ivete passou a imprimir uma busca incessante por se descobrir no início dos anos 2000, fundamentada em um conflito interno profissional. Afundada em uma depressão, decidiu aos 36 anos voltar à UFSC para cursar a graduação em psicologia.

Em 2004, casou-se com Aires, em Guaporé-RS, e três anos depois se formou novamente, grávida de sete meses. O nascimento do filho, que ganhou o nome de Vitor após uma gestação cheia de complicações, não impediu que Ivete prestasse concurso para psicóloga do TJ poucos meses após o parto. Ela acabou liderando a lista com mais de 2.200 candidatos.

Enfim realizada profissionalmente, casada e vivendo a experiência como mãe, Ivete foi diagnosticada com leucemia no início de 2010. Se sucederiam a partir daí diversas internações, sessões intensivas de tratamento, um transplante de medula frustrado e um drama compartilhado com todos a sua volta e registrado com muita lucidez em seu diário.

Ivete faleceu em Curitiba, no dia 6 de dezembro de 2011, horas antes do procedimento em que receberia o segundo transplante de medula.

Sobre o autor
Esta é a segunda obra do jornalista Marcone Tavella

Jornalista formado na UFSC, Marcone ganhou experiência nas redações do Notícias do Dia e Diário Catarinense, os dois principais jornais do estado. Escrevendo todos os dias, por três anos intensos, conheceu mais de Florianópolis e região do que poderia imaginar naquele 30 de julho de 2007, quando despediu-se dos pais e da irmã e acomodou na Ilha a bagagem que trazia após 20 anos vividos sob céu esplendoroso do sudoeste goiano, na cidade de Mineiros.

Como profissional de imprensa, percorreu corredores oficiais, entrevistou ídolos e presenciou in loco fatos marcantes da cidade e do Estado, mas nada foi mais realizador para ele do que entrar na casa de pessoas comuns e anônimas para escrever sobre elas.

Deste prazer, compartilhado com a esposa e jornalista Aline Torres, nasceu a ideia da Construtores de Memórias, uma editora com a missão de dar o devido valor para trajetórias inspiradoras de pessoas que são exemplos em seus empregos e para suas famílias.

Sobre a editora

A Construtores de Memórias é a primeira editora de Santa Catarina especializada em biografias sob encomenda.

“Minha vida em direção ao mar” compõe o acervo do empreendimento, que é uma iniciativa do autor do livro e de sua esposa e jornalista, Aline Torres.

“Nosso maior estímulo é poder contar histórias inspiradoras como a da Ivete, uma personagem profunda e singular, que nunca desistiu de evoluir e foi colecionando admiradores em sua jornada. Eu sou o mais novo deles”, disse Tavella, em entrevista recente.

Além da biografia sobre Ivete, a empresa já produziu outras duas obras.

Recomeços de Galego conta a história de superação de Edson Telles Zanin, um ex-lavador de carros que se tornou um empresário de sucesso no ramo de gestão de estacionamentos da Grande Florianópolis.

Outro título da editora é Deus T’Abençoe, um romance histórico sobre a saga da família Marchió, italianos que migraram no pós-guerra para o Brasil, estabeleceram-se no Centro-Oeste e prosperaram amparados na união da família, a fé e a coragem.

Mais informações sobre a editora em www.construtoresdememorias.com.br.

Serviço

O que: Lançamento do livro “Minha vida em direção ao mar”, do jornalista Marcone Tavella.
Onde: Livraria Catarinense do Beiramar Shopping, Rua Bocaiúva, nº 2468, Centro, Florianópolis-SC.
Quando: Quarta,feira, dia 26 de setembro, a partir das 19h.
Realização: Livrarias Catarinense, Editora Construtores de Memórias
Preço: R$ 30,00
Págs: 176

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *